Causas psicogênicas da impotência

Causas psicogênicas não devem ser ignoradas

Além destes, pode haver causas psicogênicas nos problemas que podem causar endurecimento. Por que 30% dos pacientes são psicológicos? Stress, depressão, medo, comportamento, se houver tal situação, o cérebro não fornecerá avisos para fornecer a ereção, os avisos supressivos também serão revelados pelo bloqueio das funções sexuais. Informações sobre a sexualidade da pessoa, fatores familiares e ambientais, cultura, experiências de relações sexuais anteriores, autoconfiança, medo, crenças falsas, defeitos físicos de si e de seu parceiro também são muito importantes no surgimento de causas psicogênicas. Medo da gravidez, o risco de contrair uma doença infecciosa, medo de contato com outras mulheres, medo da primeira noite (noite de camisola) também pode ser responsável.

Os hormônios são responsáveis?

Os distúrbios hormonais devidos à impotência são detectados apenas em 5% dos pacientes. Insuficiência de hormônio testosterona e elevação de prolactina são os mais comuns. Em 10-20% dos pacientes, há um distúrbio no sistema nervoso. Lesões da medula espinal são as mais importantes. Doenças relacionadas ao cérebro podem ser uma causa rara de impotência. Grandes cirurgias de diabetes, alcoolismo, próstata ou bexiga também podem causar disfunção erétil ao enfraquecer ou danificar os nervos estimulantes do pênis.

Qual deve ser o tratamento?

Ao iniciar o tratamento de uma doença e patologia, em primeiro lugar, o diagnóstico deve ser feito corretamente e uma boa história deve ser obtida em pacientes com problemas de endurecimento e deve ser determinado se a causa é psicogênica ou outras causas. Às vezes, mesmo que qualquer medicamento usado pelo paciente possa causar impotência, o problema pode ser resolvido se o medicamento for descontinuado ou substituído. Portanto, a anamnese deve ser tomada com cuidado.

Qualidade de vida é muito importante

Será muito benéfico fazer arranjos que eliminem as condições de vida dos pacientes, especialmente os fatores de estresse. Embora existam várias opções de tratamento médico para pacientes com disfunção erétil, essas drogas devem ser usadas com cuidado em pacientes cardíacos. Por este motivo, é necessário consultar o urologista antes de ir à farmácia. Para os pacientes que não se beneficiam da opção de tratamento médico, as opções de prótese do pênis, chamadas de barra de felicidade, devem ser avaliadas.